Lifestyle

Como peixe na água

Os feriados, folgas ou fins de semana são sempre boas oportunidades para passear, visitar novos espaços ou explorar novos lugares.

Por esse motivo, e com o fim de semana à porta, venho deixar duas sugestões que podem integrar uma tarde de lazer.

 

Oceanário de Lisboa

Com o lema “Um Planeta, Um Oceano”, o Oceanário de Lisboa é um local que não pode deixar de ser visitado. Neste, temos o popular aquário gigante e central onde podemos observar uma variedade de espécies marinhas, desde tubarões (que são sempre uma das atrações principais), mantas, raias e diversos cardumes, entre outros.

Temos ainda pisos terrestres onde os pinguins ou as lontras (outra grande atração devido às lontras Amália e Eusébio) nos podem fazer companhia. Para além disso, existem pequenos aquários com espécies de menores dimensões como é o caso dos cavalos marinhos. Ao longo dos corredores temos diferentes informações sobre a biologia marinha, o que torna esta viagem pelo oceano mais interessante e produtiva em termos de conhecimentos.

Por fim, é sempre interessante desfrutar da exposição temporária que, neste momento, conta com o tema “Florestas Submersas by Takashi Amano” e da qual deriva a fotografia principal desta publicação.

 

Aquário Vasco da Gama

Esta ode à vida marítima não é tão popular como o Oceanário. Ao mesmo tempo, também não é tão atrativo, não está tão cuidado e, provavelmente, o orçamento para a manutenção e marketing é bastante mais reduzido. Por outro lado, é mais económico e pode encaixar na perfeição numa alegre tarde passada em família ou com amigos.

No Aquário Vasco da Gama conseguimos ver várias espécies de animais ao longo dos corredores e podemos ainda contar com uma visita pelo museu onde encontramos as coisas mais invulgares.

O que é sempre espantoso neste local é a dimensão da Lula Gigante que se encontra numa vitrine e mede cerca de 8 metros.

 

Para miúdos e graúdos e ambos em excelentes localizações (Oceanário fica no Parque das Nações e o Aquário Vasco da Gama em Algés, perto de Belém), uma viagem por estes habitats marítimos poderá ser uma aventura.

2 thoughts on “Como peixe na água

  1. Como sempre, são Excelentes Sugestões =) Aproveito para também partilhar dois locais onde estive recentemente e onde também se pode desfrutar de uma tarde bem passada. Um é a Exposição “Leonardo Da Vinci O Inventor”, situada na Cordoaria Nacional, aqui podemos ver, ao vivo e em tamanho real, algumas das principais invenções de Leonardo Da Vinci. E o outro é o Jardim Botânico Tropical, este jardim localiza-se em Belém e como o próprio nome indica, é especializado em flora tropical com espécies de todos os continentes, para além disso também podemos observar os, lindíssimos, pavões que se passeiam pelo jardim e visitar o Jardim de Macau.

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s